UAS7 trabalha para fortalecer parcerias na América Latina

Além de apresentar novos programas e serviços aos parceiros do Brasil, Argentina e Bolívia, também foram realizadas atividades para mostrar as oportunidades de estudo e pesquisa da aliança aos estudantes brasileiros.

O Escritório da UAS7 América Latina vem trabalhando para fortalecer as parcerias que mantém com instituições da América Latina. Em setembro passado, o diretor geral da UAS7, Claus Lange, e o diretor do escritório da aliança na América Latina, Sebastian Rocca, realizaram uma viagem de mais de três semanas visitando diferentes instituições da Argentina, Bolívia e Brasil.

Foram feitas visitas a universidades, agências de fomento à pesquisa, embaixadas, câmaras de comércio, entre outras instituições. O objetivo foi fortalecer as parcerias existentes, apresentando diferentes programas e serviços da UAS7 que podem ser de interesse das instituições da América Latina. “A UAS7 tem 40 anos de experiência na relação universidade-empresa, e seus pesquisadores têm um amplo know-how de como formatar projetos de P&D exitosos, estabelecer parcerias bem-sucedidas visando o melhor aproveitamento dos recursos das instituições e das empresas, a transferência do conhecimento e de tecnologias inovadoras”, destaca Rocca.

“São programas e serviços que vêm sendo adotados com sucesso em diferentes países do mundo e representam uma proposta inovadora na região de América Latina”, explica Rocca. Eles são realizados pelos próprios pesquisadores da UAS7, que têm expertises em diferentes áreas do conhecimento e uma abordagem inovadora de ensino e metodologia de cooperação.

Atração de estudantes – O Escritório da UAS7 América Latina também atuou para divulgar as oportunidades de estudo e pesquisa da aliança no Brasil em duas ocasiões: no “Dia de Portas Abertas”, realizado no Rio de Janeiro, em 10 de outubro, e no “Study in Germany”, que aconteceu em São Paulo, no dia 16 de novembro.

Promovido pelo Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD), o “Dia de Portal Abertas” tem como principal objetivo atrair o público interessado em estudar na Alemanha. Nesta última edição (já foram seis), participaram cerca de 90 pessoas, que tiveram a oportunidade de tirar dúvidas em conversas individuais, além de assistir a palestras, tanto do DAAD como de representantes de instituições alemãs de ensino superior.

“O Escritório da UAS7 América Latina não só apresentou os membros e as atividades da aliança de universidades, como também se fez presente com um estande, onde mais de 40 visitantes receberam orientação”, conta Rocca. “Entre os presentes, a maioria demonstrou interesse nas áreas de engenheiras, artes e administração.”

Já no “Study in Germany”, organizado em parceria com o Colégio Humboldt, participaram mais de 40 estudantes da instituição. “O Colégio Humboldt oferece formação profissional dual há mais de 30 anos. Trata-se do maior instituto de formação profissional dual fora da Alemanha, nas áreas da indústria, logística, administração e seguro”, conta Rocca. “Esse sistema de ensino interliga aulas teóricas no colégio com a formação prática em diversas empresas. Há ainda a possibilidade de receber um certificado de ingresso em uma faculdade [Fachhochschulreife], que permite iniciar os estudos em uma faculdade alemã após a conclusão do curso”, acrescenta.

No evento, uma representante do DAAD em São Paulo ministrou uma palestra sobre as possibilidades de estudo na Alemanha, bolsas, e o sistema educativo do país. Em seguida, Rocca fez uma apresentação sobre as atividades da UAS7, seus membros, atividades e programas disponíveis – bacharelado e master.

Segundo ele, a participação do escritório neste tipo de atividade possibilita à UAS7 não só recrutar excelentes estudantes no Brasil como também marcar a presença das Universidades de Ciências Aplicadas na região. Ele lembra que, enquanto aliança de excelência, a UAS7 tem um estreito compromisso com a qualidade do ensino e pesquisa aplicada. Com mais de 600 ofertas de estudo para graduação e pós-graduação, cerca de 100 mil estudantes e 2.500 professores, juntamente com uma ampla rede de cooperação de mais de 1.500 parceiros na indústria, a aliança oferece programas internacionais desenvolvidos na Alemanha e alinhados com as tendências do futuro.

(Sebastián Rocca, UAS7 Latin America)

Schreibe einen Kommentar

Deine E-Mail-Adresse wird nicht veröffentlicht. Erforderliche Felder sind mit * markiert.